Carregando página Daksa Digital Strategy

Afinal, quanto custa um site? Entenda agora!

postado por Luciana Teixeira
22/03/2019
Afinal, quanto custa um site? Entenda agora!

Toda empresa necessita de visibilidade para crescer. Logo, é indispensável criar uma página na web para atingir este fim. E não é por acaso: 90% dos brasileiros consultam a internet antes de realizar uma compra. Certo, os benefícios podem ser até bem conhecidos, mas afinal, quanto custa um site?


De cara, é preciso registrar que não há um valor fixo ou médio para se dar como solução universal. Cada empresa possui especificações que vão influenciar no total da despesa. Dito isto, vamos conferir os fatores básicos de custo em uma página.




Quanto custa um site: domínio, hospedagem e manutenção


Em primeiro lugar, é preciso ter um domínio antes de desenvolver um site propriamente dito. Este é o endereço que será usado nos navegadores para acessar a sua página. Logo, é o nome da sua empresa sendo devidamente registrado na internet. Se a URL escolhida estiver disponível haverá um custo anual de utilização. Para os endereços com final ?.com.br? a média é de R$ 45,00.


O segundo passo é definir a hospedagem. É onde todas as páginas do seu site estarão armazenadas. Diferentemente do domínio, o custo aqui é mensal. Este é um valor que sofre grande variação de acordo com a plataforma escolhida.


Em geral a capacidade de armazenamento é um dos fatores que pesa no valor a ser pago. Se ela for mais básica o seu custo fica entre R$ 15,00 e R$ 40,00. Apenas um alerta: custos muito abaixo do referido, não são confiáveis. Por fim, a manutenção costuma ser voltada para websites que incluem sistema de gerenciamento. A mensalidade fica na faixa dos R$ 100,00.


Das alternativas mais baratas às mais profissionais


Ao vasculhar a internet você descobrirá que existem também alternativas gratuitas para a criação de sites. O problema, é que estas soluções se mostram limitadas. O risco é que as suas páginas tenham aparência amadora. Além de tudo o próprio usuário é responsável pela construção do site.


Há também plataformas de baixo custo onde templates permitem a montagem de páginas melhores. Ainda assim, por seguir o modelo faça você mesmo elas demandam considerável tempo dos usuários. A recomendação é buscar por soluções feitas por especialistas.


Não só pela qualidade do resultado, mas também porque o trabalho irá além do design. Detalhes de SEO, que ajudam no ranqueamento do endereço no Google, também serão trabalhados, por exemplo. É claro, nesse caso, o seu valor será mais elevado. O que se compensa pelos benefícios atrelados.


O que considerar antes de fazer o meu site?


Os fatores que influenciam no custo de uma página não se limitam ao que descrevemos nos tópicos anteriores. Por isto, uma das atividades básicas na criação de websites é determinar os recursos que as páginas devem ter. Assim os desenvolvedores entregam melhores resultados e podem definir com clareza quanto custará a criação.


Portanto, saiba de antemão se o seu projeto incluirá loja virtual, blog atrelado, formulários, sistema de busca interna, etc. Em todos os casos não deixe de investir em uma solução otimizada para SEO. Considere ainda que influenciarão no custo a identidade visual criada e o número de páginas que constituem o seu endereço.




Percebemos assim que definir quanto custa um site depende acima de tudo das necessidades da sua empresa. E também dos caminhos, recursos e parcerias que serão buscados para atender estas demandas.


Para dimensionar o custo aproximado do seu projeto, considere os fatores que descrevemos neste artigo e busque profissionais no assunto para conversar!

Posts Relacionados