Carregando página Daksa Digital Strategy

Uso da Tecnologia no Campo: Entenda a importância

postado por Luciana Teixeira
21/09/2018
Uso da Tecnologia no Campo: Entenda a importância

Quando se fala em agricultura o Brasil é um dos países com maior potência. Atualmente, o PIB do agronegócio representa um pouco mais de 20% das atividades do país, devendo aumentar em aproximadamente 3,4% ainda este ano. Sem o uso da tecnologia no campo, este crescimento não seria possível.

 

Com o desenvolvimento tecnológico, a área conquista novos aliados, como os aplicativos e softwares. A utilização destas ferramentas ajuda os produtores rurais em suas tomadas de decisão, além de elevar a produção, a diminuição dos custos e a melhora da qualidade.

 

Quer descobrir mais sobre o assunto? Então continue fazendo a leitura deste post e entenda a importância do uso da tecnologia no campo.

 

Os objetivos e benefícios do uso da tecnologia no campo são vários

 

Quando o uso da tecnologia no campo é empregado, o agricultor tem um maior entendimento sobre o procedimento de produção. Com isso, também há um maior número de dados, primordiais, para tomar decisões.

 

Para os pequenos produtores, o desafio está no investimento inicial, por conta dos custos destas ferramentas. A boa notícia é que hoje, o mercado tecnológico é bem diversificado. Isso significa que, é possível encontrar e adquirir aplicativos e programas direcionados aos mais variados segmentos e necessidades, com baixo custo. Alguns deles inclusive, contam com versões grátis.

 

Dentre as muitas opções, estão os recursos para controlar pragas, gerenciamento de produção, levantamento de dados e mapeamento das extensões de plantio com imagens de satélite.

 

O levantamento de dados associado ao uso da tecnologia no campo

 

Muito antes da evolução tecnológica no setor agrícola, os agricultores já vinham realizando buscas a fim de inspecionar suas lavouras, identificar complicações e otimizar a produtividade. Com a evolução e o uso da tecnologia no campo, estas e outras importantes atividades tornaram-se mais rápidas e precisas.

 

O levantamento de dados, associado às ferramentas de geolocalização e fotos da área identificam com precisão nas lavouras complicações no solo, o surgimento de pragas e regiões com insuficiências hídricas. Tudo isso, através de um software que pode ser baixado tanto em computadores quanto em smartphones e tablets, facilitando ainda mais o acesso e monitoramento.

 

O ponto mais interessante deste recurso é que o usuário não precisa estar sempre conectado à rede para usufruí-lo. Basta efetuar o preenchimento de formulários em modo off-line e quando tiver conexão, fazer o envio das informações para o servidor. A rede só será necessária quando o utilizador escolher pelo preenchimento do formulário por meio do computador.

 

Através das avaliações feitas destes levantamentos, os produtores conseguem se adiantar, combatendo os possíveis problemas que podem acarretar em grandes prejuízos.

 

 

Principais tecnologias aplicadas no agronegócio

 

As soluções oferecidas pelo mercado para o setor da agricultura são extensas. Com o constante aprimoramento da tecnologia, novos softwares e aplicativos são disponibilizados para produtores e agricultores.

 

A seguir, conheça 3 destas importantes ferramentas:

 

1. Armazenamento de dados

 

Ferramenta que possibilita aos produtores a administração e armazenamento dos dados recolhidos. Uma das principais vantagens deste recurso é que no fim do dia (ou qualquer outro período escolhido, como semana, mês e campanha, por exemplo) o usuário pode baixar a informação agronômica, além do desempenho dos equipamentos.

 

2. Drones

 

Conhecidos até então como um equipamento de lazer e entretenimento, os drones são utilizados no campo, em benefício ao agronegócio. Neste setor, o mapeamento aéreo é uma ótima ferramenta para identificar a condição das plantações, simplificando e tornando mais rápido o trabalho do produtor.

 

3. Irrigação

 

Um dos principais problemas que os agricultores enfrentam está relacionado à irrigação. Pensando nisso, foi desenvolvido um sistema que auxilia na economia de até 70% de água durante o procedimento.

 

O aplicativo funciona como uma miniestação meteorológica, com sensores distribuídos pela área de plantação, conectados a um módulo que opera com rádio frequência. A partir disso, são enviados para o aplicativo dados sobre o clima, solo e crescimento da plantação. Quando coletadas, tais informações geram dicas aos agricultores para quando for dado início a irrigação.

 

 

Gostou deste post? Então não deixe de compartilhá-lo nas redes sociais e de conferir as outras publicações do blog.

Posts Relacionados