Recarregue sua mente no nosso blog

A Daksa está sempre inovando e reciclando ideias!
Venha conferir os conteúdos que preparamos para você ir cada vez mais longe.

.
Automação de Marketing integrada a um Sistema de CRM: o futuro ao alcance das mãos

Por Renato Casteleti

26 de Novembro de 2017

//Marketing Digital

Otimização de tempo é sinônimo de automação de marketing. Para manter o fluxo constante entre cliente e empresa o processo tecnológico de automação não só gera significativa economia de tempo, como possibilita fluxo de automação de e-mail eficiente, nutrição e qualificação de leads e grande controle de dados.

Nutrição e qualificação de leads

Para nutrir leads de maneira eficiente é necessário ter em mente dois tópicos: conteúdos relevantes e estágio do funil de vendas. O lugar ocupado no funil de vendas determina a abrangência do conteúdo. Assim, o topo do funil trabalha com um conteúdo mais abrangente e que pretende criar a percepção do problema, enquanto fundo de funil é mais específico na abordagem, oferecendo as soluções necessárias.

Mas uma vez que a geração de leads tenha sido bem feita, o processo levará a um ponto em que será necessária a qualificação dos leads. A qualificação consiste em separar os 3 grupos possíveis (Leads com intenção de compra/leads que ainda não atingiram a intenção de compra/leads que só têm intenção no conteúdo) e enviar ao setor de vendas apenas aqueles pertencentes ao primeiro momento. Mais uma vez, uma clara estratégia de otimização com vistas às possibilidades de conversão.

Fluxo de automação de e-mail

Já é fato posto que a automação de e-mail é uma estratégia com elaboração superior ao simples e-mail marketing. Isso se dá porque a automação de e-mail trabalha com ideia de segmentação, o que garante que os leads certos recebam o conteúdo adequado. A relação empresa-cliente se estabelece de uma maneira mais orgânica e o cliente se sente atendido de maneira especial. A empresa sabe do que ele precisa.

Mas a necessidade de otimização hoje vai além da automação e joga no campo do bom relacionamento entre o time de marketing e o time de vendas. Para isso servem os CRMs. A Gestão de Relacionamento com Cliente não é apenas um amplo cadastro atualizado de clientes com seu histórico e preferência de compras. O CRM é uma forma de pensar as estratégias de vendas, com foco no cliente, o que possibilita o aumento das taxas de conversão. Uma vez que os leads de primeiro grupo, com intenção de compra, foram qualificados é imperativo enviá-los ao CRM.

Vantagens da utilização de um CRM

1. Melhorias do atendimento: como a informação é centralizada as informações sobre todos os clientes estão agrupadas em único lugar. Isso facilita ao acesso do profissional e, consequentemente, possibilita um atendimento de primeira qualidade.

2. Prospecção: um acesso fácil e organizado ao cadastro de clientes garante que as pesquisas necessárias sejam prontamente atendidas. Isso possibilita uma ampla visão do negócio, facilitando as tomadas de decisão e criação de novas estratégias.

3. Produtividade: os relatórios específicos de cada área (vendas e marketing) oferecem a otimização dos processos. A consequência direta desse processo é um aumento de produtividade, uma vez que a automação possibilita que serviços, antes manuais, sejam executados com mais rapidez, ao mesmo tempo em que os funcionários de cada time são nutridos com dados relevantes.

Líder na América Latina, o RD Station é hoje um dos maiores softwares de integração entre Automação de Marketing e CRM, oferecendo as principais funcionalidades de cada processo e possibilitando a integração. Assim é possível ter SEO, monitoramento de redes sociais e bom fluxo de automação de e-mail. Ao mesmo tempo, também está à disposição um CRM com leads e relatórios.

Dessa forma, a integração entre Automação de marketing e CRM se completa e não deixa o processo de vendas incompleto e, portanto não-funcional.

Automação; conteúdo; CRM; produtividade; prospecção,